ATENDIMENTO: Seg. a Sex das 8h às 12h - 13h às 17:30     PISOHELP: 0800 600 5151     contato@pisoclean.com.br
10/01/2007 - Perguntas e Respostas - Cerâmicas Nat
Share |
10/01/2007 - Perguntas e Respostas - Cerâmicas Naturais


Estes revestimentos têm sido tratados inadequadamente. É o dever da Pisoclean compartilhar de sua experiência com seus clientes. É por isso que colocamos a seu dispor uma lista de perguntas e respostas que visam esclarecer algumas dúvidas a respeito do melhor uso de seu revestimento cerâmico rústico, muito utilizados e apreciados atualmente. Caso você não encontre a pergunta que gostaria, mande-a para nós que a responderemos prontamente.

PERGUNTAS COMUNS A RESPEITO DAS CERÂMICAS NATURAIS:
(Lepri, Nina Martinelli, Fênix, Del Favero, Seival, etc.):

Posso utilizar em cozinhas e banheiros?

As cerâmicas naturais podem ser utilizadas em cozinhas e banheiros, desde que devidamente assentadas, rejuntadas e tratadas. 

Podem ser aplicadas em áreas internas, externas, garagens e calçadas?

Sim, podem utilizadas em todas as áreas de sua residência.

Meu piso está com diferença de tonalidades. O que fazer?

A diferença de tonalidade é uma das características das cerâmicas naturais.

Meu piso está com diferença de tamanhos. O que devo fazer?

Por se tratar de produto rústico manufaturado e artesanal, a diferença de tamanho também é uma de suas características.

Tenho dificuldades para cortar peças. Como fazer?

As peças devem ser cortadas utilizando máquina para corte de mármore (serra mármore), com o uso de disco diamantado de boa qualidade. Dê preferência para o corte molhado que vai dar melhor acabamento. Procure não deixar as peças de molho, pois assim estas absorverão a água e não aderirão à argamassa.

Como assentar e rejuntar meu piso?

O assentamento deve ser feito sobre contrapiso impermeabilizado e seco, utilizando argamassa apropriada. Após assentadas as peças, aplique cerca de uma demão de PEK PROTETOR DE OBRAS/CHAPAS e rejunte o piso. Tome cuidado para não deixar excessos de massa sobre as peças. Remova PEK PROTETOR DE OBRAS/CHAPAS com PISOCLEAN ALCALINO. Juntamente com o protetor sairão os resíduos dos rejuntes que ficaram sobre as peças. OBS: Quanto menos resíduos de rejuntes existirem sobre as peças, mais fácil será sua remoção. Se preferir não aplicar o protetor, cuide mais ainda e depois proceda a limpeza com PISOCLEAN LIMPADOR seguindo com PISOCLEAN ALCALINO (somente se existirem excessos de rejuntes).

Posso aplicar cera pastosa/ colorida?

Não utilize esses produtos, pois a cera pastosa é de difícil secagem e cera colorida descaracteriza a tonalidade da cerâmica.

Qual o rejunte indicado? Qual a proporção?

Indicamos o rejunte a base de cimento e areia, na proporção de duas partes de areia para uma de cimento.

O que é eflorescência?

Depósitos de sais acumulados na superfície de placas de cerâmica. A forma e o aspecto variam de acordo com o tipo de sal acumulado, normalmente tomando a forma de um escorrimento claro nas juntas, esbranquiçamento ou desbotamento da cerâmica e furos no esmalte (em peças esmaltadas) em casos mais graves.

Qual a argamassa que se usa para pisos em cerâmica natural?

Assente com argamassa colante AC-I para interiores, AC-II para exteriores, de marcas de boa procedência.

Qual é a largura de junta recomendada?

Use 6 a 8 mm de junta.

Por que os rejuntes coloridos mudam de cor ou desbotam?

Por causa da eflorescência e da proliferação de fungos. Os rejuntes claros ficam amarelados e "encardidos”, normalmente pela proliferação de fungos. Os rejuntes de cor mais viva, normalmente ficam esbranquiçados e sem vida pela ação da eflorescência, típica de rejuntes cimentícios. Entenda da seguinte forma: Os rejuntes são compostos basicamente por cimento. O cimento tem maior porosidade do que os revestimentos e tem como característica a liberação de sais minerais (eflorescência). Por esta razão, por ficarem frequentemente molhados, se tornam depósitos de colônias de fungos e ocorre o transporte de sais (na liberação da umidade que entrou). Estes fenômenos ocorrem de forma mais comum em revestimentos externos ou em áreas úmidas (banheiros). Para ter a cor do revestimento e do rejunte preservadas, aconselhamos a impermeabilização impregnante com PISOCLEAN HIDROFUGA COLOR ou PEK PROTEÇÃO+COR ou SELADOR+COR LP (rejuntes e revestimentos coloridos), PISOCLEAN HIDROFUGA (rejuntes e revestimentos claros ou brancos) ou PISOCLEAN HIDROFUGA SUPER ou PEK IMPER ou PEK BIO ou SELADOR LPV(rejuntes e revestimentos sujeitos ao derramamento de óleo). Estes produtos impedem a entrada de água e revigoram a tonalidade dos materiais quando precedidos da limpeza apropriada.

Qual o produto para limpar manchas de óleo?

PEK TIRAÓLEO é formulado justamente para a remoção de manchas de óleo (0800.600.5151).

Esses pisos sujam? Encardem?

Como todos os outros, os revestimentos sujam, mas não encardem quando seguidas as orientações de manutenção e proteção recomendadas pela Pisoclean.

Cerâmicas naturais criam limo/lodo em áreas externas? 

Qualquer revestimento que absorva água pode se tornar um depósito de fungos. Com as cerâmicas naturais não é diferente. Para que isto não ocorra, basta que sejam seguidas as orientações de limpeza. Uma impermeabilização com produto impregnante do tipo PISOCLEAN HIDROFUGA, ou qualquer um dos nossos hidro/oleofugantes, impede o encharcamento das peças, minimizando a proliferação de eventuais colônias de fungos, inclusive nos rejuntes. No caso de formação de limo, PISOCLEAN TIRALIMO resolve o problema.  

Como é a manutenção deste tipo de piso?   

Em áreas externas é feita com máquina de pressão tipo "wap” mensalmente (opção leque) e limpeza com PEK LIMPEZA DIÁRIA ou LIMPEZA DIÁRIA LP quinzenalmente ou mensalmente, dependendo do uso a que é submetido. Em áreas internas, estando devidamente protegido por PISOCLEAN SELADOR/ PISOCLEAN ACABAMENTO ou PEK WAX LÍQUIDO, basta pano úmido e PEK LIMPEZA DIÁRIA, ou os outros citados acima. Dependendo da sujeira, inclua a aspiração mecânica no processo. Observe as orientações de manutenção dos produtos Pisoclean.

O óleo do carro mancha?     

Sim. O piso vai manchar com óleo se não estiver devidamente protegido. Já com algum produto aplicado, deve-se observar o tempo de permanência de óleo suportada pelo mesmo. Em caso de produtos formadores de película, o que vai manchar é o filme, mantendo o revestimento intacto. Os filmes devem ser mantidos e recuperados conforme a orientação de seus fabricantes. PISOCLEAN HIDROFUGA SUPER (ou qualquer outro dos nossos oleofugantes) foi especialmente desenvolvido para este tipo de situação.

O pneu do carro marca o piso?    

Depende. Vai depender do tipo de produto escolhido para seu piso. Alguns marcam mais, outros menos. Em todos os casos a remoção das marcas é de fácil execução. Cerâmicas naturais marcam de forma mais grave neste tipo de situação quando encontrarem-se em seu estado natural.  

E se eu impermeabilizar o piso, o óleo do carro mancha?     

Depende. Varia conforme o produto de proteção escolhido. Alguns resistem ou suportam mais tempo do que outros a permanência de óleo sobre o piso. PISOCLEAN HIDROFUGA SUPER, ou qualquer outro oleofugante da Pisoclean, são os produtos indicados.

Mancha de barro sai?  

Sai com PISOCLEAN DECAPANTE ou PEK TIRAMANCHAS. Eles também removem outros diversos tipos de manchas.

O piso risca? 

Risca como qualquer outra textura, caso seja exercida pressão com objeto pontiagudo (andaimes de ferro, cadeiras de jardim), mas se os riscos forem superficiais, assim como o de calçados, saem com a limpeza com REFINE LP.

Em contato com madeira pode manchar?

Sim. Pois a madeira tem um corante natural, e a adsorção das cerâmicas tende a permitir a penetração da coloração da madeira. Estando protegido pelos produtos indicados, este tipo de problema tende a ser minimizado. Caso isso ocorra, existem técnicas e produtos que removem as manchas, estas desenvolvidas pela PISOCLEAN. PEK TIRAMANCHAS remove manchas de madeira.

Se o piso for impermeabilizado esquentará e escorregará? 

Depende. Se forem aplicados os impermeabilizantes impregnantes da Pisoclean, que não formam filme superficial, específicos para áreas externas, o piso manterá suas características originais, escorregando e aquecendo exatamente igual a pisos não tratados.

O piso resinado escorrega?  

Depende. Primeiramente é bom que definamos o que é selador, impermeabilizante e o que é resina. Muitas vezes estes termos são tomados genericamente para nomear qualquer tipo de produto de proteção. Existem produtos que são chamados de resina e são na verdade impermeabilizantes e vice versa. Entendamos da seguinte forma: Se aplicarmos em áreas externas produtos que não formam filme, o piso vai escorregar exatamente conforme uma cerâmica não tratada. Caso apliquemos produtos formadores de filme, o piso passa a ter a textura da película, podendo se tornar escorregadio dependendo da textura que proporciona. Devemos observar que existem outros fatores que tornam os pisos escorregadios, tais como: água, gordura ou o pó (poeira) contidos na superfície. Os mesmos critérios devem ser seguidos para as áreas internas, lembrando que estas não estarão sujeitas a chuvas, portanto se tornam mais seguras em relação a escorregamentos.

Posso impermeabilizar a superfície antes de assentar? 

Não é recomendável devido à possibilidade da lateral da peça também receber impermeabilizante, prejudicando assim a aderência do rejunte. Outro fator que faz com que não indiquemos a impermeabilização prévia, é que o tratamento tem melhores resultados em pisos assentados. Todo o processo de assentamento enfraquece a impermeabilização, não reduzindo a necessidade de novo tratamento. A melhor recomendação que podemos dar é que sejam seguidas a risca todas as orientações sobre os cuidados com a armazenagem e o assentamento. A impermeabilização antecedendo o assentamento onera desnecessariamente os custos com o piso e com o tratamento.

O piso é poroso?

Esta questão deve ser respondida analisando da seguinte forma estes dois fatores:

Textura / Porosidade:

Qualquer revestimento fosco tem os poros abertos, razão pela qual irá sujar com mais facilidade. Se tivesse os poros fechados passaria a brilhar. Sendo branco ou de cor clara, esta sujeira se evidencia. O atrito da sujeira contida em nossos calçados com o piso faz com que esta seja repassada para o mesmo. Os poros abertos se tornam coletores de sujeira. Porém, os revestimentos podem ser completamente foscos e com textura áspera que, mesmo assim, podem ter baixo grau de absorção (Granitos Flameados, por exemplo). Existem ainda aqueles que têm textura lisa, mas possuem alta porosidade (Arenito Levigado, por exemplo). É exatamente por isso que recomendamos a aplicação de produtos formadores de filme ou alteradores de textura em áreas internas, pois é exatamente nessas áreas que o contato com a sujeira (a fricção) é mais freqüente.

Cerâmicas naturais aceitam pinturas?     

Depende. Toda tinta forma película que retém a umidade, podendo ocasionar descascamento e apodrecimento do revestimento. O mesmo ocorre com resinas base solvente quando aplicadas em pisos úmidos ou com problemas de contrapiso (não impermeabilizado conforme recomendação). Quando aplicadas em áreas externas, poderá esquentar e tornar o piso escorregadio. Adote este procedimento somente em último caso, e em pisos que estejam em estado muito crítico, muito manchados, muito corroídos, etc. Fale antes com a Pisoclean.

A cor desbota? 

Não. O que muitas vezes ocorre quando observamos um tom mais claro é o processo de eflorescência – sais minerais que acompanham a umidade e transpiram até a superfície encobrindo o revestimento com uma nuvem acinzentada, ou esbranquiçada, que passa a falsa impressão de desbotamento. Às vezes o produto recém chegado na obra ainda não apresenta eflorescência, logo demonstra estar a cor um pouco mais escura ou viva. Outra possibilidade é a abertura dos poros da superfície. Cerâmicas naturais vêm com uma compactação de fábrica que acentua sua cor. Quando exposto às intempéries ou a manutenções inadequadas, com ácidos ou similares, seus poros se abrem, passando a sensação de desbotamento. Tenha como exemplo uma peçaem granito. Pegueuma rocha de granito e a divida em dois tipos de acabamentos. De um lado polido e lustrado, e do outro, apicoado. Nitidamente, o lado polido terá mais cor devido ao fechamento de seus poros, ou seja, as cerâmicas, quando inalteradas suas texturas, terão mais cor, quando forem agredidas, representarão menos cor, pois seus poros se abriram. A eflorescência pode ser minimizada com a utilização de produtos específicos e com a impermeabilização do contrapiso, mas é típica das cerâmicas. A Pisoclean desenvolveu técnicas e produtos que se não resolverem, com certeza amenizarão o problema. Os hidro/oleofugantes da Pisoclean miniminizam a incidênica dos sais que causam eflorescências.

A Cerâmica rústica forma manchas brancas?

Depende. As manchas brancas são sais que são liberados juntamente com a umidade. Dá-se a este processo o nome de eflorescência. Se o contrapiso for impermeabilizado a liberação de umidade é minimizada e, por conseqüência, a eflorescência também. É por isso que sempre recomendamos que seja feito este procedimento.

O rústico natural é difícil de manter limpo?

Em seu estado natural, com o uso, fica mais difícil de mantê-lo limpo. É por isso que orientamos que sejam seguidas nossas orientações manutenção e de proteção.

Os hidrofugantes impregnantes permitem manter o piso livre de sujeira superficial como a cera faz? 

Não.  Os hidrofugantes impregnantes não alteram a textura da cerâmica, portanto sua superfície mantém-se inalterada e sujeita ao encardimento. Eles protegem o piso contra intempéries e queda de líquidos manchadores. A impermeabilização com este tipo de produto é recomendada apenas para áreas externas, onde o atrito de calçados sujos é menos freqüente e a manutenção é mais facilitada. A impermeabilização impregnante não miniminiza a necessidade de impermeabilização do contrapiso.

Quando falamos de impermeabilizar nos referimos à cerâmica ou ao contrapiso? Qual dos dois é que precisa impermeabilizar?

O contrapiso sempre.  Em áreas externas, a aplicação de impermeabilizantes hidro/oleofugantes é recomendável para sua preservação estética e estrutural. Em áreas internas recomendamos produtos que formem filme superficial (Pisoclean Selador/ Pisoclean Acabamento/ Pek Wax Líquido/ Pisoclean Resina/ Pek Verniz) e facilitem na limpeza periódica.

Já entendi que impermeabilizar o contrapiso é obrigatório. Quanto à superfície, o que é melhor, encerar ou impermeabilizar com produto hidrofugante? 

Em áreas internas impermeabilizar e melhorar a textura com uma película, e, em áreas externas, impermeabilizar com hidro/ oleofugante impregnante.

Por que o contrapiso sempre deve ser impermeabilizado? 

Porque está em contato com o solo. Nele encontram-se umidade e minerais que gerarão mais e maiores eflorescências.

A cerâmica esmaltada dispensa a impermeabilização do contrapiso?

Não dispensa, não. O contrapiso precisa ser impermeabilizado para manter o piso seco. Isso vale para qualquer tipo de cerâmica, não somente para as rústicas. Com cerâmica esmaltada a umidade do contrapiso existe e não se vê, mesmo assim deteriora sua residência igual a como se fosse visível, apodrecendo-a e enfraquecendo-a.

Quais produtos se usam para pisos de fina cerâmica rústica natural?

Impermeabilizantes para contrapisos (sempre).
Removedores de sujeira de rejuntes e de eflorescências (Pisoclean Limpador/ Desincrustante LP/ Pek Desincrustante – 0800.600.5151).
Manutenção (Pek Limpeza Diária, Limpeza Diária LP).
Acabamentos acrílicos base água e ceras de boa resistência (Pisoclean Acabamento/ Pek Wax Líquido/ Pek Verniz).
Impermeabilizantes impregnantes (Pisoclean Hidrofuga/ Pisoclean Hidrofuga Color/ Pisoclean Hidrofuga Super/ Pek Imper/ Pek Proteção+Cor/ Pek Bio). 
Resinas Metacrílicas de alta resistência (Pisoclean Resina)

O QUE NÃO SE DEVE FAZER COM UMA CERÂMICA NATURAL

OS ERROS MAIS COMUNS:

  1. Fazer um contrapiso úmido e deixá-lo úmido para sempre, sem impermeabilizar.
  2. Deixar as águas subterrâneas carregadas de sais penetrando pelo contrapiso e se evaporando na superfície do piso, manchando-o com eflorescências.
  3. Usar um piso natural sem tratamento e deixar que suje e manche livremente.
  4. Rejuntar com cimento e areia e deixar excessos sobre a superfície.
  5. Remover excessos de rejuntes com produtos do tipo "limpa pedras” (basicamente de ácido fluorídrico) que corroem a cerâmica.
  6. Deixar que os pés das cadeiras de aço enferrujem sobre o piso.
  7. Hidrofugar o piso por cima sem impermeabilizar o contrapiso por baixo. É um grande erro. Permitir livre entrada de água por baixo é um erro fatal.
  8. Aplicar sobre o piso assentado resinas base solvente (as que tem cheiro de esmalte). Na maioria das vezes ainda existem focos de umidade que são impedidos de serem liberados devido à vedação proporcionada pelas resinas. Isto acarreta em enfraquecimento da cerâmica, manchamentos sérios, apodrecimento, e o pior, as resinas são de dificílima remoção. Obs.: Sairão com PISOCLEAN REMOVEDOR DE RESINAS.

Orientações de limpeza e manutenção:

Em áreas externas é feita com máquina de pressão tipo "wap” mensalmente (opção leque) limpando LENTAMENTE CADA peça, e limpeza com detergente neutro quinzenalmente ou mensalmente, dependendo do uso a que é submetido.
Em áreas internas, estando devidamente protegido por PISOCLEAN SELADOR + PISOCLEAN ACABAMENTO (fosco ou brilhante) ou PISOCLEAN HIDROFUGA SUPER + PEK WAX LÍQUIDO ou PISOCLEAN SELADOR + PISOCLEAN RESINA, basta pano úmido e PEK LIMPEZA DIÁRIA. Dependendo da quantidade de sujeira ou de pó, inclua a aspiração mecânica no processo. No caso de esmorecimento do filme protetor, aplique PISOCLEAN conforme a necessidade.
Obs: No caso de escolha de produtos similares, recomendamos que sejam observadas as recomendações de manutenção sugeridas por cada fabricante destes tipos de produtos (seladores e acabamentos), para que os mesmos mantenham sua finalidade de proteção e embelezamento por mais tempo.

Orientações de proteção e impermeabilização:

Em áreas externas aconselhamos a aplicação de PISOCLEAN HIDROFUGA, PISOCLEAN HIDROFUGA COLOR/ PEK PROTEÇÃO+COR/ SELADOR+COR LP(não recomendado para cores claras) e PISOCLEAN HIDROFUGA SUPER/ PEK IMPER/ PEK BIO/ SELADOR LP (áreas sujeitas ao derramamento de óleo), impermeabilizantes impregnantes. Esta proteção não alterará a textura do material. Mesmo após o piso impermeabilizado, repetir os procedimentos acima de manutenção para que as sujeiras não encardam o revestimento.
Obs: Observe as orientações de durabilidade e de reposição por parte dos fabricantes destes tipos de produtos (impermeabilizantes).
Em interiores, aplicar PISOCLEAN SELADOR e PISOCLEAN ACABAMENTO, PISOCLEAN CERA ou PISOCLEAN RESINA, quando não houver mais umidade no piso, na massa de assentamento ou no contrapiso. Não recomendamos a aplicação de impermeabilizantes impregnantes em áreas internas. Os mesmos não formam filme, portando a textura da cerâmica permanece inalterada e sujeita a sujidades através do atrito. Resinas base solvente (sempre aplicar PISOCLEAN SELADOR primeiro para que não aconteça) costumam amarelar cerâmicas claras e intensificam as cores das mais escuras, trazem ainda maiores riscos quanto à retenção de umidade e apodrecimento dos revestimentos.









Dicas e novidades
Destaques


INSCREVA-SE

O maior curso de restauração de pisos do Brasil!
INSCREVA-SE04/03/2016 - ExpoRevestir 201606/03/2015 - ExpoRevestir 201511/12/2014 - Como foi a UP XXIV11/09/2014 - Como foi a UP XXIII15/06/2014 - Como foi a UP XXII14/04/2014 - Como foi a UP XXI16/03/2014 - ExpoRevestir 2014 - Sempre presente24/01/2014 - Confira como foi a UP XX01/10/2013 - Confira como foi a UP XIX03/09/2013 - Maratona Pisoclean01/07/2013 - UP15/3/2013 - Pisoclean na Revestir e na VSF07/01/2013 - Concurso Marreta Nunca Mais 414/12/2012 - Como foi a UP XVI20/09/2012 - Veja como foi a UP XV10/09/2012 - Obrigado por sua visita30/08/2012 - Concurso Marreta Nunca Mais III06/08/2012 - Como foi a 15ª Construsul - 201226/07/2012 - Como foi a UP RIOveja mais...
Mais informações